domingo, janeiro 25, 2009

Quando a beleza venceu a guerra


A película francesa Feliz Natal não é apenas um filme. É uma das mais belas lições de dignidade, tolerância e humanidade que esse mundo presenciou. Falando da mãe sinistra de todas as guerras, a I Guerra Mundial, Feliz Natal conta a história real da mais bela paz com que os homens de bem sempre sonham. Em plena batalha nas trincheiras das fronteiras da França lutam os soldados aliados franceses e escoceses contra os alemães. A missão de cada exército é eliminar o inimigo, mas algo diferente, em plena véspera de Natal acontecerá naquele dezembro de 1914. Algo tão belo e humano que seria depois condenado pelos generais de cada país envolvido. Porque aos generais, aos senhores da guerra, só interessa o avanço sobre o inimigo, a destruição e a morte.
Graças que entre aqueles soldados e seus oficiais comandantes havia alguns homens que sabiam apreciar a beleza da arte, qualquer idioma que essa arte falasse. E cada homem grande desse contaminaria para a beleza e o bem centenas de outros. Contar mais estragará a força desta obra vital para todos aqueles que ainda não perderam a esperança na paz cada vez mais distante nesse mundo intolerante em guerra.

5 comentários:

  1. Puxa, finalmente alguém que tb assistiu esse filme! Quando falo o nome pensam que é especial de natal... enfim, é um ótimo filme Zé!! Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Foi a mais bela festa de Natal que já vi.Inimigos ,naquela paisagem inóspita, saindo de suas rincheiras, com luzes erguidas e entoando canções de Natal.Alemães, escoceses e franceses... bebendo juntos e dividindo tabletes de chocolate! E a musica de fole dos escoceses! V.H.

    ResponderExcluir
  3. Gabriel de Goes Gabriel - Lobão28 janeiro, 2009 17:16

    Esta anotado e irei alugar Zé !!
    Ai depois comento mais !!
    Grande Abraço !!

    ResponderExcluir
  4. Grande Zé Aguia(r)!
    Vou anotar esse aí pra assistir.
    Estou louco pra ver um post aqui sobre "O curioso caso de Benjamin Button"... Eu achei muito bom, com várias mensagens e lições de vida, mas que só o grande Zé pra conseguir extrair o máximo feeling em palavras. Abração irmão, boas ondas no finde pra ti,
    Gustavo

    ResponderExcluir
  5. O Zé, o que está acontecendo com a HC, não saiu mais nada... Pelo menos as edições de dez, jan e fev não vieram pras bancas em SC. O que tá rolando, tás sabendo?

    MB

    ResponderExcluir